07/05/2012

VIVENDO NO RIO...(Parte 1)

Os aventureiros mais lindos!
Estava pensando em postar no TAKE A TRIP sobre a cidade do Rio de Janeiro. Mas como eu praticamente morei lá (OK, foram apenas 25 dias), resolvi contar um pouquinho sobre como foi...
Éramos sete viajantes (Carol, Jessica, Kaio, Nelson, Paula, Sâmara e Vinícius) amantes de teatro em busca do aperfeiçoamento através de um curso de Interpretação para Tv e Cinema na Casa de Artes de Laranjeiras, do Rio. Há menos de 20 dias de viajar, conseguimos reservar, pagando metade do valor, uma estadia em uma pensão no morro de Santa Tereza. Lugar perfeito né? Cheio de casarões, Pertinho da Lapa, ou seja, pertinho do centro, e não muito longe do bairro de Laranjeiras, onde seria o curso. O melhor de tudo: o preço. O pior de tudo: todo o resto. Eu não cheguei a ver o local, pois cheguei depois de todo mundo, mas, para encurtar a conversa, lá parecia um chiqueiro. Graças a Deus o Rio é uma cidade Maravilhosa, e com jeitinho de amigos, conseguimos nos alojar na pensão da Vera! Uma pensão só para meninas, no bairro de Vila Isabel. Ah, claro, os meninos sortudos arranjaram abrigo na casa de familiares o Kaio. 



Gente, Vila Isabel. Era só eu que tinha receio de ficar lá?! Zona Norte e nada turístico por perto. 
Ai é que vem o legal da história. Um bairro super bacana, e onde estávamos, tinha tudo por perto. O ponto de ônibus era a duas casas da nossa; para o mercado só precisávamos andar 4 quadras; e o shopping, 1km de caminhada de leve! Se contar na praçinha, no hospital, na clínica de saúde, no parque/zoológico... e a UPP! Yes, esta unidade pacificadora ficava praticamente na mesma quadra que a nossa pensão... =p Ou seja, a entrada e saída da favela também! Divertidíssimo ouvir barulhos de noite e ficar sem saber a origem, tpo: fogos ou tiros?! Mas falando sério, gostei bastante. E como estava em época pré-carnaval, tinha ensaios na Escola de Samba de Vila Isabel quase todos os dias, que era tipo... bem perto também de onde estávamos! Sem contar também que fica perto do Maracanã, perto do Sambódromo... só alegria...e trânsito! Puts, ainda bem que o estádio estava/está em obras, nem queria imaginar o trânsito pra voltar pra casa se tivesse jogo. 

Vista de algum ponto de Santa Tereza: sambódromo ao fundo.
 Acervo Pessoal
Na sexta em que eu cheguei, fomos a uma festa na casa de amigos em Santa Tereza. Minha super descoberta no Rio de Janeiro: Além de celular não funcionar em certos pontos do morro, inclusive no prédio onde eu estava, TAXIS não fazem corridas por lá. Tipo, foram mais de horas tentando chamar um taxi para conseguirmos ir embora. Gente, já sabem, ou combina antes, ou nem sobe pra festa alguma. Sério!
Mas o lugar é bem bacana, e tem uma vista muito legal do Rio de Janeiro. E tirando este fato, taxis tem dos montes a hora que você quiser no resto do Rio de Janeiro. Quer dizer, eu não passei por favelas pra ver...
Enfim, Sábado era meu primeiro dia de aula e acordei atrasada. e saí de casa correndo. Eai? Quem disse que eu lembrava endereço?! Quem disse que eu sabia que ônibus pegar?! Bem bacana. Ah sim, as meninas só teriam aula à tarde, e, com dinheiro regrado, tive que pegar taxi. Mas o taxista não sabia onde ficava a CAL! "Ok Moço, segue pra Laranjeiras". Poderoso e adorado celular com créditos, concedeu-me a chance de conseguir o endereço com a Sâmara. Enfim, cheguei.

A CAL E O CURSO

A Casa de Artes de Laranjeiras CAL é um centro de formação na área das artes cênicas desde 1982 e funciona em um lindo casarão, que data do período do Império. Lindo e de difícil acesso! Da casa mesmo eu não tenho fotos pois ela está no centro de uma mata, mas olhem estas escadas!
 E quando você termina estas, achando que acabou...
...tem mais uma série de degraus para chegar à sala de aula! Uma verdadeira sessão de ginástica!
Ok. Confesso que tinha uma parte que dava pra subir de elevador, daqueles q sobem sobre os degraus, em diagonal. Mas, por que não aproveitar a oportunidade para malhar as pernas?!

Já cansaram? Vou falar do curso rapidinho. Foram 4 finais de semana de aulas de interpretação para Tv e Cinema com o diretor Marco Rodrigo, da rede Globo. O seu último trabalho foi na direção de Fina Estampa. O cara é fera! E Irônico..mas eu me divertia com ele achando que nós, do Mato Grosso, eramos ricos fazendeiros. É, aqui tem vários, mas não era a gente... não mesmo. De qualquer forma, nos foram dadas dicas super bacanas e eu indicaria o curso com certeza. Aliás, indico a CAL de maneira geral. Meus colegas que fizeram outros cursos livres também curtiram: dublagem, musical, enfrentando testes, entre outros... e meu amigo que se formou lá, através do curso profissionalizante, amou! Gente, muitos atores de sucesso se profissionalizaram pela CAL. Ponto negativo: preço! 
Se você gosta de teatro e tv, e quer seguir carreira, prepare as pernas, e, se tiver oportunidade, vá pra lá. Eu quero voltar...No próximo post eu falo mais! E olha que eu tenho muito pra falar... Abraços galeris!

Curso Livre - Turma 1
Marco Rodrigo




3 comentários:

Ah como foi bomm!!!! Rimos e choramos, inesquecível históriaa!!! Mas com toda a certeza VALEU MUITOO e com certeza faria tudo outra vez!!! saudades Paulinhaaa!!!Ah detalhe q eu não lembro de ter te passado o endereço da cal!! hsadiuhadusi Bjo Sâmara

Saminha! :p Como assim vc não lembra? Ainda bem que passou certo.. :p Saudades tb!

Postar um comentário

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More