18/10/2012

Istanbul Internship - 1ª parte


Bom, já estava na hora de eu começar a falar desta viagem, certo? 
Primeiro queria pedir desculpas pela ausência, mas quero escrever pelo menos uma vez por semana sobre minha super Trip em Istambul. Bom, estes posts não se chamam Take a Trip pois vou contar experiências cotidianas também, mas serve como. =D


Mas afinal, o que eu vim fazer na Turquia? Estágio de 02 meses em um escritório de Arquitetura, conseguido através do programa chamado IAESTE, que no Brasil está por conta da ABIPE, e para saber mais sobre isso é só clicar AQUI. Mas por que eu escolhi a Turquia? Na verdade, a Turquia não foi minha primeira opção, mas depois a considerei bem interessante. Foi um tiro no escuro mesmo, afinal, pouco sabia sobre este país, e pouco sei. Me interessava por Istanbul sim, antes disso, mas como uma cidade histórica, que um dia seria bacana ir conhecer e passear por lá um pouco. De qualquer forma, agora vou começar a contar como é VIVER aqui, do meu ponto de vista, apenas, que fique bem claro. Não sou socióloga e nem nada do tipo... hahahaha. Chega de enrolação.



Vim de Turkish Airlines  e vou dedicar 02 parágrafos inteiros para a Companhia Aérea. De todos os voos internacionais que eu já peguei (Ok, não foram muitos, mas foram alguns), este foi o melhor. 12 horas de viagem que puderam ser aproveitadas, apesar de não deixar de ser cansativa. Eu peguei meu bilhete e vi que meu assento era o 51 B, pelo menos a moça tinha me garantido que era corredor (não tinha mais janela). Dai entrei no avião, vi a classe executiva, muito bonita, a classe conforto, que quando olhei pela primeira vez achei que fosse uma SUPER CLASSE ECONOMICA DIGNA DA MINHA PESSOA (Pois eu nem sabia que existia essa classe), mas não, triste fim. Quando entrei na minha "seção" do avião, eu vi que as cadeiras eram 3 4 3, ou seja, EU FICARIA NO MEIO. dai contei as fileiras e pensei E VOU SER VIZINHA DO BANHEIRO. Mas não. Meu lugar era no corredor mesmo, porque o avião parece q afina na ponta (Boing 777 - não entendo mais nada sobre)..kkk..dai os assentos ficam 2 3 2 mas 3 ultimas fileiras. E eu estava na antepenultima fileira apenas. ^^ Além disso o banheiro não fica grudado ao ultimo banco, o que ajuda muito. A cadeira parece quase nada maior que de outros aviões, ou seja, menos aperto, e o painel individual para entretenimento é o melhor de todos! Mais de 100 filmes, mais de 100 séries, seriados, e afins, várias e várias músicas (muita música turca, e outras 1000...até bossa nova tinha ^^), mais de 10 jogos, e notícias da BBC... Mas o melhor era o conector USB. Carreguei meu celular inteirinho no avião, afinal tem que aproveitar.


Depois que decolamos, foi entregue o cardápio pra gente ver o que seria servido, escrito em turco e em inglês, muito bom saber tudo certinho a respeito das opções ( preciso dizer que o doce estava muito bom). O kit entregue, além do comum (pasta e escova de dentre, meia, tampão de ouvido e pros olhos), veio com manteiga de cacau, um mimo. Foi super legal quando houve a transição do momento jantar pro momento boa noite, porque as luzes não apagaram de uma vez, o que houve foi um momento com luzes alaranjadas e azuis. Eu super indico a companhia, pois, além de tudo, é a única com voo direto e geralmente tem a passagem mais barata (pois olhei várias vezes), o único problema é quanto a língua. Se você não fala Turco, e entende muito pouco de inglês, mas sentir dificuldades em se comunicar com a tripulação. Neste voo apenas o piloto era Brasileiro e apenas ele falava português...

Cheguei no aeroporto, morrendo de medo de passar pela alfândega, não sabendo se falava que tinha vindo a turismo ou a trabalho (Intership)  , mas quando chegou a minha vez, eles não perguntaram NADA, absolutamente. Só pegaram meu passaporte, carimbaram, e OK. Bem vinda a Turquia Paula Ruhling. Olha como é simples, a gente nem precisa de visto, mas europeus precisam, DESCULPA AI. Isso porque Istambul é um pouco Europa, um pouco Ásia. 
Turcos são conhecidos por bons negociantes, ou melhor, mãos de vaca, não? Pois bem, minha primeira lição foi no aeroporto. Você quer carrinho para carregar suas malas pesadas de madame? 1TL meu bem, isto é R$1,12. Obrigada Luna Diniz por me dar moedinhas deste país e possibilitar que eu usasse esse carrinho no aeroporto. Gente, sacanagem! Por isso que as casas de câmbio estão instaladas no saguão de despacho de bagagens já... Mas tem do lado de fora também. Apesar de espera 01 hora pelas minhas malas, pois eles costumam demorar revistando as malas dos brasileiros (contradição com a questão do visto e passaporte, não?), cheguei feliz da vida e pronta para uma etapa diferente na minha vida.
Minha primeira impressão de Istambul? TRANSITO MUITO LOUCO! Não é uma Índia, ainda bem. Ainda bem que em poucas horas tive outras impressões da cidade, mas só vou contar nos próximos posts. 
Coloquei algumas imagens da cidade já, só pra deixar vocês felizes. 
Um grande abraço!!! =D 




0 comentários:

Postar um comentário

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More